Notícia

Ciclista dinamarquês diz que paulistano não respeita ciclovias

Morador há quatro anos do Sumarezinho, na zona oeste da capital paulista, o dinamarquês Jimmy Olsen utiliza a bicicleta para se deslocar desde a infância. Em entrevista publicada pela Folha de S. Paulo neste domingo (17), ele comparou a ciclovia do centro, primeira implementada pela atual gestão da prefeitura, com as de sua cidade natal, Copenhague, conhecida como a Capital Mundial da Bicicleta.

A principal diferença apontada por Jimmy é a falta de respeito à ciclovia. Carros e pedestres invadem o espaço exclusivo sem constrangimento. Até entre os beneficiados falta educação: o dinamarquês relatou que outros ciclistas estacionaram na contramão, o que o obrigou a desviar.

Sobre a estrutura, Jimmy Olsen considera que a cidade avança, mas que falta muito. No bairro da Barra Funda, um trecho da ciclovia termina em uma rua movimentada. Por isso, ele teve que pedalar entre os carros. Em outro trecho, ele percebeu que faltavam semáforos para ciclistas e disse que, mesmo para quem tem experiência, parte do trajeto é confusa.

Por isso tudo, o dinamarquês afirma que, por enquanto não deixa sua filha pedalar nas ciclovias paulistanas. Apesar das ressalvas, ele afirma que as novas faixas da cidade são positivas e permitem, por exemplo, admirar a região da Praça da República, repleta de prédios históricos.

Fonte: ViaTroleBus
COMPARTILHAR
Trabalhe conosco Entre em contato
aceitamos cartão BNDES
Av. Antônio Lacerda, 955 - Lote P - Dist Industrial | Pilar do Sul - SP Fale Conosco | contato@spil.com.br Acesso à administração do site Acesso à administração do site