Notícia

Ciclistas aprovam as bicicletas públicas em Aracaju

Com apenas R$ 10 o cidadão terá direito a andar um mês inteiro nas biciletas públicas espalhadas em pontos estrategicos da capital sergipana. O serviço foi inaugurado na manhã deste domingo, 30, na Orla de Atalaia. Ciclistas compareceram a solenidade e aprovaram a iniciativa.

“Demorou a acontecer em Aracaju. Essa é uma iniciativa muito boa porque você pode conhecer a cidade pedalando. Já conheceia este serviço no Rio de Janeiro”, diz Tony Erick Araújo que ressalta a questão da estrutura das ciclovias.

“Essa iniciativa é importante, mas este é o momento dos governantes criarem uma alternativa para diminuir os importos das bicicletas que termina aumentando o valor. Uma bicicleta boa custa muito caro. Outra questão que precisa ser observada é em relação às ciclovias. No geral, as ciclovias estão boas, mas aquela que fica entre o Augusto Franco, passa no Orlando Dantas e segue São Conrado e DIA [Distrito Industrial de Aracaju] precisa de reparos”, ressalta Araújo.

Foram entregues, as primeiras cinco estações com 10 bicicletas em cada. Três estações ficarão localizadas na Orla, uma próxima ao terminal de integração de ônibus Atalaia e outra no bairro Coroa do Meio. A previsão é que até maio as outras 15 sejam entregues, totalizando 200 bikes disponíveis para a população utilizar através do aluguel compartilhado.

De acordo com o assessor de comunicação da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito de Aracaju (SMTT), Flávio Vasconcelos, a iniciativa é um marco na questão da mobilidade urbana. “Hoje o Brasil passa por um grande problema em relação ao trânsito das grandes cidades e este sistema de bicicletas compartilhadas provocará uma grande revolução neste sentido, mas é preciso que a população acredite no projeto e faça uso dele”, destaca Vasconcelos.

Questionado sobre como funcionará o sistema de utilização das bicicletas o assessor enfatiza que as estações estarão funcionando das 6h até às 22h e que a empresa Serttel fará a manutenção de todas as bicicletas duas horas antes de serem liberadas para a população.

“A Serttel passará nas estações e observará as condições de pneu, pedal e de todo equipamento e somente estando tudo certinho a bicicleta é liberada para uso”, ressalta o assessor.

Fonte: InfoNet Esporte
COMPARTILHAR
Trabalhe conosco Entre em contato
aceitamos cartão BNDES
Av. Antônio Lacerda, 955 - Lote P - Dist Industrial | Pilar do Sul - SP Fale Conosco | contato@grupocoesa.com.br Acesso à administração do site Acesso à administração do site