Notícia

Ciclistas defendem a ampliação cicloviária

Um grupo de ciclistas de Salvador está elaborando um abaixo-assinado para solicitar a garantia de 15% do Fundo de Desenvolvimento Urbano (Fundurb) - discutido na elaboração do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) -, para a realização de obras de ampliação e manutenção do sistema cicloviário, e a integração dele com outros meios de transporte.

O documento, que tem a meta de alcançar 500 assinaturas e já possui 314 (até o fechamento desta edição), vai ser levado à Câmara Municipal de Salvador (CMS) na Semana da Mobilidade - que acontece de 19 a 25 de setembro.

Segundo o coordenador da campanha, Pablo Florentino, a proposta é uma forma de obter transparência nas intervenções que são feitas pela prefeitura, com a verba pública, em prol das BIKES.

Saiba mais

Quanto custa pintar o chão e instalar tachões para demarcar uma ciclofaixa? Quantos quilômetros de ciclofaixas foram criados e quanto custa? O que foi feito pela prefeitura, por entidades privadas e pelo governo estadual? A bicicleta deixou de ser um elemento marginal nas políticas públicas.

Pablo reitera que a mobilização é necessária para cobrar uma meta a ser batida pela gestão municipal. -Existe uma promessa de campanha de 350 km de estrutura cicloviária até o fim de 2016 e só falta um ano e quatro meses para o fim deste mandato- diz.

O prefeito ACM Neto (DEM) admite que não é a favor da vinculação orçamentária. -Eu me sinto muito à vontade para falar de ciclovia, porque nunca se valorizou tanto o uso da bicicleta como nós estamos fazendo. O recurso que está sendo investido pode superar, e muito, qualquer vinculação que se queira estabelecer-diz.

O prefeito revela que a avenida Suburbana vai ganhar 16 km de ciclovias, com a reforma que será realizada em breve.

-Todas as obras que fazemos, contemplam ciclovias. É audacioso, mas queremos superar a casa dos 200 km de ciclovias e ciclofaixas até o final do ano que vem- frisa ACM Neto.

O advogado João Paulo Ribeiro acredita que, se aprovada, a proposta vai garantir que outros gestores municipais continuem o trabalho atual. -Não podemos ficar à sorte e ao sabor dos governantes que podem simplesmente mudar sua posição política em relação ao tema e deixar de investir na malha. Portanto, é imperioso garantir recursos mínimos para sua expansão e conservação- reitera.

Presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur) e coordenador do Movimento Salvador Vai de Bike (MSVB), Isaac Edington acredita que aproximar a bicicleta da p
COMPARTILHAR
Trabalhe conosco Entre em contato
aceitamos cartão BNDES
Av. Antônio Lacerda, 955 - Lote P - Dist Industrial | Pilar do Sul - SP Fale Conosco | contato@spil.com.br Acesso à administração do site Acesso à administração do site