Notícia

Ciclistas e motociclistas invadem passarelas em Uberlândia

Pedestres que utilizam as passarelas instaladas em Uberlândia reclamam dos perigos gerados por veículos que também atravessam as estruturas de ferro. O trabalhador de uma distribuidora localizada próximo a uma passarela da BR-050, que foi atingida na quinta-feira (2) por um caminhão caçamba, disse ao G1 que frequentemente vê motociclistas e ciclistas atravessado no local. “É um absurdo e também um risco para os pedestres. As pessoas querem cortar caminho e acabam não percebendo os danos que podem causar”, disse o homem que preferiu ter a identidade preservada.

Apesar do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) proibir a ação, muitas pessoas desrespeitam as leis ou até mesmo dizem não conhecê-las. A dona de casa Luiza de Almeida Santos, de 57 anos, usa uma passarela da cidade duas vezes por dia e afirmou ter medo de ser atropelada. “Um lugar que era para ser seguro para os pedestres tem me causado medo. No mês passado, quando retornava do trabalho para casa, um ciclista quase passou por cima de mim”, contou.

O G1 passou por algumas estruturas na sexta-feira (3) e por cerca de 1 hora acompanhou o movimento da Passarela José Zacharias Junqueira Junior, localizada próximo ao Terminal Rodoviário Presidente Castelo Branco. Durante esse tempo, a reportagem flagrou seis ciclistas passando em cima da bicicleta, sendo que um deles disse desconhecer que se tratava de uma infração.

O agente da Secretaria de Trânsito e Transportes (Settran) Wener José, informou que passarelas são de uso exclusivo dos pedestres e que ciclistas só podem transitar no local desde que estejam empurrando a bicicleta. Caso o ciclista pedale na passarela ele, além de cometer uma infração, pode ser multado e ter a bicicleta apreendida.
“Motociclistas não podem, em hipótese alguma, usar a passarela, pois isso gera uma infração gravíssima. Caso isso ocorra, o condutor do veículo é multado em R$ 574 e perde sete pontos na carteira da habilitação”, afirmou o agente.

De acordo com o diretor de planejamento de trânsito de Uberlândia, Geovane da Silva Sousa, oito passarelas são de responsabilidade municipal. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) é responsável por mais seis na cidade.

Fonte:G1 Triângulo Mineiro
COMPARTILHAR
Trabalhe conosco Entre em contato
aceitamos cartão BNDES
Av. Antônio Lacerda, 955 - Lote P - Dist Industrial | Pilar do Sul - SP Fale Conosco | contato@spil.com.br Acesso à administração do site Acesso à administração do site