Notícia

Em Mauá, Suzantur entrega 51 ônibus 0k

Para atender os mais de 150 mil usuários do transporte público de Mauá, a Suzantur (vencedora da licitação, finalizada em agosto) apresentou ontem os primeiros 51 ônibus que passarão a circular pela cidade a partir dos próximos dias. A promessa da Prefeitura é renovar a frota em 100% até o fim do ano, quando o número saltará de 210 para 248 veículos.

Para substituir a atual frota – cuja maioria dos veículos têm entre 15 e 20 anos, segundo informa a Prefeitura – a nova concessionária tem um portfólio com quatro tipos de modelos, que vão desde os micro-ônibus, passando pelos midis e convencionais, e chegando até os trucados. Só este último (são duas unidades) tem 15 metros de comprimento e capacidade para até 100 passageiros.

CARACTERÍSTICAS

Todos os modelos têm chassi Volkswagen e são encarroçados pelas empresas Caio, Comil e Mascarello. “A qualidade vai além, pois os veículos contam com acessibilidade (para portadores de necessidades especiais), câmeras internas, monitores de vídeo e computador de bordo, gerando mais comodidade para passageiros e funcionários”, disse o diretor-presidente da Suzantur, Claudinei Brogliato.

E, por falar neles, a Prefeitura da cidade está capacitando motoristas e cobradores. “De nada adianta ter um meio de transporte de primeira sem mão de obra qualificada, por isso, estamos treinando todos os funcionários, tanto para o manuseio do veículo, quanto para o atendimento ao usuário”, frisou o secretário de Mobilidade Urbana de Mauá, Azor Albuquerque.

“Após ser a primeira cidade do Grande ABC a implantar o sistema de integração com os trens metropolitanos, queremos investir na tecnologia em prol da população. A meta agora é fazer com que, através do navegador GPS instalado em cada um dos ônibus, o usuário possa saber sua localização a fim de diminuir a espera nos pontos”, enfatizou o prefeito de Mauá, Donisete Braga, que promete a construção de 300 abrigos de ônibus nos próximos dois anos.

O investimento não para por aí. A promessa é inaugurar três terminais, melhorar as condições das principais avenidas da cidade (para dar mais fluidez ao trânsito) e investir em faixas exclusivas, como a da Avenida Barão de Mauá, que permitiu encurtar pela metade o tempo de viagem entre o Centro e o Jardim Itapeva, que era de 60 minutos.

(Fonte:Diário do Grande ABC)
COMPARTILHAR
Trabalhe conosco Entre em contato
aceitamos cartão BNDES
Av. Antônio Lacerda, 955 - Lote P - Dist Industrial | Pilar do Sul - SP Fale Conosco | contato@grupocoesa.com.br Acesso à administração do site Acesso à administração do site