Notícia

Guarda Municipal amplia o patrulhamento nas ciclovias da região central de Curitiba

Moradores, comerciantes e ciclistas usuários das ciclovias da região do Centro Cívico, em Curitiba, ganharam reforço da ciclopatrulha da Guarda Municipal a partir desta segunda-feira (11). As equipes em bicicletas vão percorrer do Bosque do Papa à Praça Santos Andrade, em um trecho de aproximadamente quatro quilômetros. A ampliação do patrulhamento atende às solicitações da comunidade registradas nas redes sociais da Prefeitura de Curitiba, na Central 156, também via a Administração Regional da Matriz, os conselhos comunitários de Segurança Pública (Conseg), diretamente à Guarda e a partir do contato com a Secretaria Municipal de Trânsito (Setran).

Além de percorrer esse trecho em horários alternados, três vezes por dia, as equipes da ciclopatrulha também atendem às solicitações de ocorrências nessa região feitas por meio da Central de Emergência – o telefone 153 - da Guarda Municipal, realizam operações preventivas e de saturação, que é quando permanecem mais tempo em um determinado local e fazem rondas próximo às trilhas e trechos de mata para inibir a abordagem de assaltantes e abusadores aos frequentadores dos parques e ciclovias.

Reforço

Por meio das chamadas via Central 153, o Núcleo Regional da Defesa Social da Matriz, que abrange 18 bairros do centro de Curitiba, a Guarda Municipal também pode reforçar a segurança que é feita na cidade pelos órgãos policiais com viaturas do Grupo de Operações Especiais (GOE) e com as equipes em motocicletas do Grupo Tático Motorizado (GTM).

A Guarda dispõe de ciclopatrulhas nos parques São Lourenço, Bacacheri e Atuba. No Zoológico, Jardim Botânico, Bosque do Papa e nas imediações do Centro Cívico, as equipes fazem rondas ao longo da ciclovia. Em 2015, foram registrados 59 atendimentos realizados pelas equipes de ciclopatrulha na cidade de Curitiba. Desses, cinco casos se deram nos bairros Centro e Centro Cívico. A maior parte dos atendimentos no ano passado ocorreu nas imediações do Jardim Botânico (31), no Bacacheri (9) e no São Lourenço (5).

Para o publicitário Yuri Reck, que trabalha na Avenida Cândido de Abreu e se utiliza da bicicleta de três a quatro vezes por semana para se deslocar de casa para o trabalho, a presença da ciclopatrulha na área central transmite mais segurança à população. -Se mantiver uma rotina desse patrulhamento que eles estão fazendo aqui, vai ser bem interessante e pode até ajudar a inibir muitas situações de risco- comenta.

Para o assessor da Coordenação de Mobilidade Urbana da Setran, Jorge Brand, o Goura, esse é um reforço importante para a utilização cada vez maior da bicicleta em nossa cidade. -O ciclopatrulhamento é um projeto que a gente quer ver cada vez mais fortalecido e ampliado em Curitiba- acrescentou.
COMPARTILHAR
Trabalhe conosco Entre em contato
aceitamos cartão BNDES
Av. Antônio Lacerda, 955 - Lote P - Dist Industrial | Pilar do Sul - SP Fale Conosco | contato@grupocoesa.com.br Acesso à administração do site Acesso à administração do site