Notícia

Kassab abre licitação de publicidade em pontos de ônibus e relógios

A Prefeitura de São Paulo publicou nesta sexta-feira (30) no Diário Oficial do Município consultas públicas para abertura de concorrência que vai escolher as concessionárias que nos próximos 25 anos serão responsáveis pela construção e manutenção dos abrigos de ônibus e relógios de rua na cidade. As empresas ou consórcios de empresas que vencerem as licitações terão de pagar pela concessão um valor mínimo de R$ 200 milhões, no caso dos pontos de ônibus, e de R$ 150 milhões, no caso dos relógios de rua. Em troca, poderão utilizar os espaços dos pontos de ônibus e relógios de rua para explorar publicidade exterior na medida em que instalarem e se encarregarem da manutenção desses equipamentos. Elas também terão prazo mínimo de três anos para concretizar a mudança do mobiliário urbano.

Após essa primeira fase de consulta pública dos editais, a Prefeitura fará o aperfeioçamento da licitação e em uma fase posterior dará início ao processo de concorrência. A expectativa é de que as licitações sejam finalizadas no segundo semestre e as vencedoras da licitação comecem a trabalhar em 2013.
A Lei Cidade Limpa proibiu a veiculação de qualquer tipo de publicidade nesses equipamentos. Agora, com a licitação, a administração paulistana quer substituir todos os equipamentos existentes e promover sua padronização.

A SPObras, responsável pela escolha da empresa, exige que os novos equipamentos ofereçam informações de horário, temperatura e qualidade do ar, divulgação de mensagens e campanhas da Prefeitura de São Paulo, possibilidade de inovações tecnológicas e valorização da paisagem urbana.
Segundo a Prefeitura, a cidade de São Paulo possui atualmente cerca de 6.500 abrigos em parada de ônibus, de 14 tipos diferentes, e aproximadamente 11.500 pontos e totens indicativos de parada de ônibus, de vários tipos.

"Os novos equipamentos deverão oferecer aos cidadãos e, em particular, aos usuários do sistema de transporte por ônibus, proteção contra as intempéries, informações sobre o sistema de transporte, veiculação de mensagens e campanhas da Prefeitura de São Paulo, possibilidade de inovações tecnológicas e valorização da paisagem urbana", diz o texto oficial.

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, sancionou em outubro de 2011 a lei 14.465, que autoriza a Prefeitura de São Paulo a abrir a licitação para escolha da empresa ou consórcio de empresas que vai administrar a publicidade nos relógios de rua e pontos de ônibus na cidade de São Paulo.
A outorga e
COMPARTILHAR
Trabalhe conosco Entre em contato
aceitamos cartão BNDES
Av. Antônio Lacerda, 955 - Lote P - Dist Industrial | Pilar do Sul - SP Fale Conosco | contato@spil.com.br Acesso à administração do site Acesso à administração do site