Notícia

Mobilidade sustentável

Trânsito, buzinas, horas de casa para o trabalho e do trabalho para casa, grande número de carros, aumento da poluição...ultimamente é isso que vem acontecendo no nosso dia-a-dia. Esta aí um dos grandes motivos pelo interesse da adoção da mobilidade sustentável nas cidades, que é a busca de equilíbrio entre desenvolvimento econômico, proteção ambiental e justiça social. Econômico porque se dá através do incentivo a novos paradigmas, como redes de transporte comunitário e núcleos urbanos projetados para pedestres. Ambiental porque trata da redução de impactos advindos do setor de transporte. Social pela disseminação de conceitos como cidadania e eqüidade.



Não só no exterior, mas agora por aqui, algumas cidades já estão incentivando o uso de bicicletas com ciclovias espalhadas pelas cidades e o projeto de aluguel de bicicletas. A implantação desse sistema vem contribuindo para a otimização trânsito, e ao mesmo tempo, oferecerendo uma alternativa ecologicamente correta de locomoção no trânsito da nossa cidade, melhorando a mobilidade urbana.
São Paulo, apesar de seus imensos problemas, está se movimentando para melhorar a circulação de bicicletas como meio de transporte. Os moradores usuários de bicicletas são bem ativos no sentido de abrir mais espaços seguros para sua movimentação de maneira sem emitir gases de efeito estufa, gastando a prórpia energia com benefícios para si e para todos. Nos fins de semana inúmeras vias têm faixas fechadas para veículos, com total prioridade para as bicis que tomam conta da cidade. É uma delícia pedalar lá num domingo. E isso vai criando o hábito e unindo as pessoas. Os ciclistas vem reforçando a necessidade da criação de um sistema cicloviário integrado na cidade.
O Rio de Janeiro, em outubro, voltou a ter um sistema de aluguel de bicicletas públicas, que ressurgio maior e cheio de boas esperanças. O Bike Rio é uma aposta um pouco maior que o projeto anterior, o Pedala Rio, que teve problemas de furtos e limitação de estações.
Agora, serão 600 bicicletas distribuídas nas estações. E para reforçar a segurança, estão sendo usadas novas travas e pinos de fixação. Outra novidade é o sistema composto de estações inteligentes, conectadas a uma central de operações via wireless (conexão sem fio) e alimentadas por energia solar e distribuídas em pontos estratégicos da cidade, onde os usuários cadastrados podem retirar uma bicicleta todos os dias da semana, das 6h às 22h. Para utilizar o sistema, basta cadastrar-se
COMPARTILHAR
Trabalhe conosco Entre em contato
aceitamos cartão BNDES
Av. Antônio Lacerda, 955 - Lote P - Dist Industrial | Pilar do Sul - SP Fale Conosco | contato@spil.com.br Acesso à administração do site Acesso à administração do site