Notícia

Petista cobra agilidade

Como Fortaleza vai sediar jogos da Copa de 2014, o presidente da Câmara cobra conclusão de obras atrasadas

O vereador Acrísio Sena (PT), presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, ressaltou, ontem, durante pronunciamento, a necessidade de debater a mobilidade urbana na Capital com o intuito de garantir maior qualidade de vida para as pessoas.

O petista chegou a criticar a demora na conclusão de obras relevantes para o setor, como o Metrô de Fortaleza (Metrofor), mas enfatizou que as intervenções possibilitarão uma melhora no transporte da cidade.

Segundo o parlamentar, tanto o Metrofor quanto o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) irão mudar a realidade do trânsito de Fortaleza e melhorarão os "gargalos" que ainda existem na Capital. Ele disse que a Casa participará do VI Encontro de Qualidade e Tecnologia de Transporte, onde discutirá Mobilidade Urbana e Legislação.

O evento, que acontece na próxima semana no Marina Park Hotel, é uma parceria entre Prefeitura de Fortaleza e Governo do Estado, por meio da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e da Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos, e visa apresentar projetos e tecnologias, destinadas à melhoria do trânsito.

Nos debates, que contarão com as presenças de técnicos de empresas e instituições ligadas ao transporte rodoviário e ferroviário, serão discutidas a mobilidade urbana, acessibilidade, sustentabilidade e infraestrutura, visando a Copa do Mundo de 2014. Para Acrísio, os debates sobre a cidade devem passar pela mobilidade urbana e "a Câmara tem papel fundamental nestas discussões".

Veículos

O vereador lembrou que, nos últimos sete anos, o número de veículos que entraram em Fortaleza aumentou cerca de 45%, o que, de acordo com o petista, representa um carro para cada cinco fortalezenses. Por mês, conforme o Departamento Nacional de Trânsito (Detran), são introduzidos cerca de dez mil veículos na Capital.

O petista ainda reclamou da demora na construção do Metrofor e fez cobranças. "Nós temos que nos debruçar sobre estes números para ver a realidade de nosso Município e podermos começar a trabalhar. O grande gargalo da mobilidade urbana passa pelas obras estruturantes do Metrofor e do VLT, que irão reduzir os impactos no trânsito, principalmente, nos horários de pico", afirmou.

Fonte: Diário do Nordeste
COMPARTILHAR
Trabalhe conosco Entre em contato
aceitamos cartão BNDES
Av. Antônio Lacerda, 955 - Lote P - Dist Industrial | Pilar do Sul - SP Fale Conosco | contato@grupocoesa.com.br Acesso à administração do site Acesso à administração do site